Prudente de Moraes

IPT faz análise de paredes do Museu

O objetivo é manter ao máximo suas características originais na obra de reforma do espaço

Da Redação
29/03/2022 às 08:56.
Atualizado em 29/03/2022 às 08:58

Técnico retira amostra de uma das paredes do Museu (Divulgação)

Técnicos do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) da Universidade de São Paulo (USP) coletaram amostras das paredes do Museu Prudente de Moraes. O objetivo é, por meio da análise das amostras da argamassa do prédio, datado de 1870, manter ao máximo suas características originais na obra de reforma do espaço, que deve começar em junho. A análise foi um pedido do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Além do Iphan, a reforma do prédio de mais de 150 anos também foi aprovada pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico) e do Codepac (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Piracicaba).

As obras serão realizadas por meio de convênio com o Governo Federal, que disponibilizará R$ 238.856,59, com contrapartida da Prefeitura no valor de R$155.256,20. Assim, o valor total previsto para investimento é de R$ 394.112,79. A reforma consiste na reinstalação do sistema elétrico e implantação de sistema de segurança.

O edital para abertura da licitação foi publicado na última quinta-feira, 24, no Diário Oficial.

" A reforma do Museu possibilitará promover as melhorias necessárias da estrutura na edificação do patrimônio histórico e cultural, com o objetivo de preservar sua identidade original", disse a diretora do espaço, Érica Stocco Frasson.

O Museu Prudente de Moraes está localizado na rua Santo Antonio, 641, e foi residência de Prudente José de Moraes Barros, primeiro presidente civil do Brasil. É mantido pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal da Ação Cultural (Semac).

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Gazeta de Piracicaba© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por