Políticas públicas

Fumep pode integrar Parque Tecnológico

Ingresso pode potencializar pesquisas em ciência e Tecnologia na RMP

Romualdo Cruz Filho
21/05/2022 às 07:42.
Atualizado em 21/05/2022 às 07:44

Localizada no bairro Areão, Fumep conta com 25 mil metros quadrados de área construída (Divulgação)

Projeto de lei complementar 10/22, em trâmite na Câmara Municipal, apresentado pelo Executivo, propõe incluir ao Parque Tecnológico a Fundação Municipal de Ensino de Piracicaba (Fumep), a Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP), o Colégio Técnico e Industrial de Piracicaba (Cotip) e o Centro de Pós-Graduação (Pós-EEP).

O objetivo é potencializar a instituição em ações e projetos impulsionados pelas políticas públicas de inovação e capacitação profissional do município, visando o desenvolvimento econômico da Região Metropolitana de Piracicaba (RMP).

O Parque Tecnológico cresceria, portanto, mais 226 mil metros quadrados, que é a área de todo o perímetro do campus em questão. Para o Executivo, a medida "trará como benefícios a aproximação e a atração de empresas para firmar parcerias estratégicas visando o desenvolvimento de ações voltadas ao ensino, pesquisa, desenvolvimento e inovação de impactos social e econômico positivos nos diferentes setores da sociedade local e regional".

Só a Fumep tem cerca de 25 mil metros quadrados de área construída, nove cursos de graduação pela EEP, 12 cursos de pós-graduação pela Pós-EEP (Centro de Pós-Graduação) e oito cursos técnicos e ensino médio pelo Cotip, além de cursos profissionalizantes pelo Centro de Educação Profissionalizante (CEPP). Seu campus abriga 42 laboratórios, 11 anfiteatros, salão nobre, biblioteca, complexo esportivo, cantina, restaurante, academia ao ar livre com pista de caminhada e estacionamento com 1.200 vagas.

A Câmara promoverá audiência pública no próximo dia 8/6, às 16h, para discutir o PLC, que introduz alterações à lei complementar 223/08, que deu origem ao Programa Parque Tecnológico de Piracicaba. A convocação para a audiência partiu da Comissão de Legislação, Justiça e Redação (CLJR), autora do requerimento 406/22, aprovado com urgência na sessão de quinta-feira (19).

Estão convocados para a audiência o procurador-geral do município, Guilherme Monaco de Mello, os secretários municipais de Finanças, Artur Costa Santos, de Governo, Carlos Beltrame, de Defesa do Meio Ambiente, Alex Gama Salvaia, e de Obras, Paulo Sérgio Ferreira da Silva, além do presidente do Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba (Ipplap), Sérgio Maluf Chaim.

O prefeito Luciano Almeida (União Brasil), os membros do Conselho da Cidade, do Conselho Municipal de Mobilidade e do Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural (Codepac) e toda a sociedade também podem participar.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Gazeta de Piracicaba© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por