Para o Engenho Central

Projeto transfere sede da Pinacoteca

Já está na Câmara Municipal de Piracicaba Projeto de Lei do Executivo que transfere em definitivo a sede da Pinacoteca Miguel Archanjo Benício D'Assumpção Dutra

Romualdo Cruz Filho
13/04/2022 às 07:10.
Atualizado em 13/04/2022 às 07:11

Espaço que vai abrigar as obras da Pinacoteca Municipal (Mateus Medeiros/Gazeta de Piracicaba)

O prefeito Luciano Almeida (DEM) encaminhou ontem à Câmara Municipal o Projeto de Lei 72/22 que transfere a sede da Pinacoteca Miguel Archanjo Benício D' Assumpção Dutra definitivamente para o Engenho Central, no Galpão 14A, próximo à Ponte Pênsil, alterando assim a Lei 5.194/2002. O documento foi elaborado em 21 de março.

A unidade passará a funcionar, portanto, no que o governo municipal vem chamando de Complexo Cultural do Parque Engenho Central. Na justificativa o Executivo afirma que a alteração se apoia na tese de que se trata do melhor aproveitamento das áreas disponíveis para garantir a preservação do acervo de obras da Pinacoteca. 

"Além disso, sua localização no Parque Engenho Central permitirá acesso mais facilitado da população ao acervo da Pinacoteca Municipal, permitindo que os turistas que visitam o Complexo possam desfrutar de toda a riqueza de suas obras, o que por certo irá contribuir para a formação de público".

No início de abril (6), um grupo de vereadores entrou com representação junto ao Ministério Público (MP), contra o prefeito Luciano Almeida e o secretário de Ação Cultural Adolpho Queiroz, considerados responsáveis pelos riscos que o acervo de artes plásticas da Pinacoteca está correndo com sua transferência a dependências do Teatro Erotides de Campos, para onde foi levado sem acondicionamento adequado.

A representação segue com registro fotográfico detalhado e relatos de inspeções efetuadas pelo grupo que visitou o local de surpresa. Os parlamentares envolvidos alegam inoportuna a interrupção dos serviços da Pinacoteca, onde ela funcionava, a má conservação atual de seu acervo em local improvisado e denuncia a indevida transferência do acervo em descordo com a legislação municipal. 

Em conjunto, os vereadores (Rai, do PT, Pedro Kawai, PSDB, Zezinho Pereira, DEM, e Sílvia Morales, PV) declaram esperar "que o Ministério Público dê a devida atenção ao que expõe essa denúncia - e aja com celeridade para que o acervo da Pinacoteca possa ser preservado o quanto antes, sob pena de se manter em risco constante parte fundamental da história das artes plásticas da cidade, materializadas em tais obras que são - cabe ressaltar - patrimônio público adquirido com verba municipal". 

Reforma do Barracão 14A

Em fevereiro, o prefeito Luciano Almeida apresentou o projeto de reforma do Barracão 14A, elaborado pelo arquiteto Marcelo Guidotti, orçada em R$ 1,1 milhão, cuja licitação foi ganha pela empresa Orion Construções e Gerenciamento de Obras. Os recursos destinados ao empreendimento são 100% do tesouro municipal. A previsão é que a obra seja concluída em seis meses.

Tratam-se de ajustes na estrutura interna, como reposicionamento de banheiros, criação de sala especial para restauração, segunda sala de exposição na parte superior e área de alimentação.

Assuntos Relacionados
Compartilhar
Gazeta de Piracicaba© Copyright 2022Todos os direitos reservados.
Distribuído por
Publicado no
Desenvolvido por